Quem, eu?

Alo, PF!” é uma invenção do Guilherme (esse link não funciona mais e eu não vou arrumar, mas os outros funcionam, pode clicar). Ele já foi chamado de “fã de F1 mais comedor do Twitter”, mas normalmente evita sair de casa para fazer qualquer coisa.

Esse site foi criado num passado muito distante. Naquele dia, o seu criador achou que talvez fosse uma boa ideia escrever para outras pessoas aquilo que passava em sua mente insana e doentia. Sabendo que ele é um ser incapaz de manter um blog por muito tempo com postagens frequentes, ele resolveu chamar o Lepper (que escreveu meia dúzia de textos, rascunhou outros e nunca mais voltou), o Vitor (que escreveu um texto e foi fingir que tem uma namorada na internet – e também nunca mais voltou), o Alex (que passou aqui para escrever um conto de terror e foi atrás do seu namorado), e o Vinik (que escreveu um texto e já parou de falar que vai voltar em breve).

O blog não possui o compromisso de ser engraçado, sério, ter postagens frequentes ou possuir conteúdo que seja de bom gosto. Quem paga as contas aqui sou eu, então não reclame de nada. Apesar de sermos donos de todo o saber mundial (e só trabalharmos com verdades), nada do que está aqui corresponde à realidade.

Se você se sentiu ofendido com algo que está escrito aqui, o problema é seu. Para fechar essa aba é só apertar “ctrl+w”. Mas não faça isso, há muito o que ler. Histórias tristes, que se propõem a serem engraçadas, ou apenas alguns pensamentos aleatórios.

No mais, divirta-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s