Apenas um desabafo durante a madrugada

Uma da manhã e cá estou eu. Faz dois meses que eu não consigo escrever nada, sequer uma redação. Em seis meses, a única coisa que não mudou na minha vida foi o meu namoro. Pois é, estou com a mesma pessoa há quase nove meses. Mudei de casa, sai do meu curso de téc. de jogos digitais para me preparar para o ENEM (ou fazer um pré-vestibular, se assim preferir) e estou no meu terceiro emprego (neste ano). Isso tudo, aliado ao meu péssimo modo de gerenciar a minha vida, está acabando com a minha capacidade de pensar.
Calma, não estou com nenhuma doença neurológica, só estou sem inspiração nenhuma. Tenho feito as coisas de uma maneira tão desorganizada, que me sinto como um equilibrista indo de um prédio a outro sobre uma corda de aço enquanto segura quinze pratos de porcelana em um dia com poucos ventos: por mais seguro que você esteja você sabe que tudo pode desmoronar com uma facilidade tão grande, que chega a ser estranho você ainda estar em pé.
Mas eu sei que uma hora tudo vai se acertar (como está começando a se acertar), as coisas ficarão boas, e eu conseguirei escrever regularmente para este blog falido.

Anúncios