O Alo PF! está de volta

Se você possui uma conta no Twitter com um avatar de roedor e fica postando piadas infames e entrou nesse domínio nos últimos meses, deve ter notado uma pequena grande falta de posts aqui não é mesmo? Pois pode começar a ficar feliz, pequena criança, pois nós voltamos, e voltamos com tudo.

Depois de algum tempo de férias, com direito a muitas aventuras e amor, está aberta a segunda temporada de posts no Alo PF!, aonde você saberá se um dos nossos autores ainda quebra tudo o que encosta, se um outro autor continua trabalhando como animador de parque ecológico, ou se a nossa vida continua uma merda e as nossas opiniões sobre o mundo continuam cada dia mais loucas. Fiquem ligadinhos, pois muitas historias estão prontas para serem postadas em posts quinzenais mensais bienais semanais aqui, no Alo PF!

Pois os meus amendoins não rompem as barreiras do hiper espaço dentro de uma bola de plástico

Enormes são os efeitos que um livro pode causar sobre você. Alguns te deixam deprimido, lhe dão uma nova visão sobre a Vida, o Universo, e Tudo Mais, outros te “ensinam” a seguir em frente. Nenhum desses tem um efeito tão devastador na mente humana como os livros de Douglas Adams e sua série de grande fama: O Guia do Mochileiro das Galáxias.
Os efeitos são diversos, capazes de acabar com a mente de alguém e inspirar a pessoa a criar blogs de qualidade suspeita, com textos ruins, ou então até um podcast. Você pode passar a usar expressões que ninguém mais entende, falar coisas sem sentidos, ter explosão de criatividade ou simplesmente colocar uma toalha em sua mochila enquanto divaga sobre os seus milagrosos poderes para os seus amigos, e tenta fazer com que eles usem uma dessas. Mas toalhas são coisas realmente úteis, ficando a frente somente dessa gloriosa semente chamada amendoim.
Andar por aí com um pacote com amendoins (ou castanhas, se preferir) é umas das coisas mais práticas que você pode fazer. Amendoim não é apenas uma semente gostosa que pode ser usada em diversos pratos doces (ou salgados, depende da sua imaginação). Ele também é prático. Quando vendido em pequenas embalagens plásticas pela Elma Chips com letras garrafais dizendo “OPA!” (eu poderia usar esse espaço para criar uma teoria sobre o que fez o pessoal do Departamento de Criação deles a pegar esse nome, mas vou me resumir ao fato dele ser a sigla para “O Petisco Autêntico”) são melhores ainda, pois são salgados e “matam” facilmente a fome da pessoa que a tem.

130 gramas de puro prazer

 

Um dos problemas do amendoim salgado, ou melhor, do amendoim, é que ao consumir um pacote e saciar a sua fome, você é pego pela sede de mil pessoas perdidas no escaldante deserto do Saara (durante um dia de verão, afinal de contas, o autor desse texto quer que você sinta exatamente o que se passa em uma situação dessas) após os seus camelos desmaiarem de sede durante um passeio que deu mal. Outra vantagem,é o seu tamanho diminuto, que auxilia a enganar estômagos famintos durante um dia de trabalho exaustivo. E é sobre empregos que falaremos agora. Mais exatamente sobre o meu emprego.
Isso mesmo galera, estou trabalhando. Sério. Não é brincadeira. Eu arrumei um emprego. E de carteira assinada.
Pois bem, estou trabalhando em um belo e grandioso parque ecológico que também é um alambique. Eis aqui uma das melhores definições do meu trabalho:

Bom galera aqui entraria a imagem de um tweet do amigo @AlbertoLage me chamando de animador de parque infantil( ou algo assim), mas por incompetência do ator, isso não vai acontecer.

O que eu faço nesse glorioso parque chamado Vale Verde? Sou monitor de recreação. O que faz um monitor de recreação? No meu caso fica atendendo você em um domingo de sol e te dando diversão, alegria e muito mais. Eu sou aquele cara que tem que te atender feliz e com um sorriso no rosto, mas só faz isso por passar o tempo todo repetindo mentalmente “comissão no final do mês, comissão no final do mês, comissão no final do mês”. Aliás, seguem duas grandes dicas de como se comportar em brinquedos de aventura diversos, como os que têm no parque aonde eu trabalho sem que eu te atenda xingando toda a sua família:

  • OBEDEÇA A PORRA DO MONITOR: Quando eu digo “só anda se eu falar para você andar” é por que eu sei que se você sair antes que eu diga isso, alguma merda vai acontecer para a minha pessoa e, certamente, para você também. Sério, nem que eu fique parado duas horas batendo um papo com o meu chefe te prendendo, só faça um movimento quando eu disser para você fazer um movimento.
  • SÓ VÁ A UM BRINQUEDO SE VOCÊ TIVER CERTEZA QUE IRÁ NELE: Quando eu digo que um brinquedo é quente, é por que eu já brinquei nele em um dia de pouco movimento e sei que é quente para caralho, então não entre nele para pedir para sair dois minutos depois, moleque insolente. E se você viu o tamanho da tirolesa, não tente ir nela caso tenha medo de altura. E saiba que pedalinhos não são para fracos e você precisa de pernas e braços para mover aqueles cisnes de fibra de vidro.
  • E a dica mais importante: não vá ao brinquedo em que eu estou trabalhando, principalmente se eu te conhecer.

 

NOTA: É importante dizer que, entre a criação, escrita e publicação deste texto( que não foi revisado, só pra constar) o autor acabou pedindo demissão do local por motivos que não são da sua conta.