Breve história sobre os meus quase 18 anos

Pois bem amigos, eis que este que vos escreve se torna hábil a ser preso. Dia 8 de novembro eu enfim chegava à maior idade, a idade mais desejada por qualquer homem. Agora, já posso comprar Playboy, ir ao prostíbulo(após ler o manual de uma bela ida ao puteiro neste lindo blog), comprar cigarros e ser preso por comer a filha da vizinha outras coisas que eu sempre fiz antes, mas são proibidas para menores.

 

 
Vem gata, vem que agora eu tenho CNH

O grande problema dos 18 é o tempo que vem antes dele. Já dizia o amigo Luke ao dissertar sobre a espera pelos 18 anos:

aos 13 anos de idade, eu achava que a maior vantagem de fazer 18 era comprar revistas Playboy sem medo de ser feliz; aos 14, poder chegar na sala quando meus pais estivessem assistindo televisão e falar “olha, vou mijar nessa porra aqui” e assim fazê-lo, e nem assim eu correria o risco de passar 3 semanas de castigo sem computador; aos 15, poder entrar nos bares sem precisar de uma carteira falsa ou me equilibrar em cima do meu amigo dentro de um sobretudo pra parecer um adulto; aos 16, poder beber despreocupadamente sem precisar comprar balinha de menta quando estivesse chegando a hora de voltar pra casa; e aos 17, eu esperava simplesmente não ter mais hora pra voltar pra casa, poder sair de casa numa sexta-feira à noite pra ir a uma festa e só voltar de manhã. De uma segunda-feira. Três anos depois.”

Pois é. Não é assim. Se você está lendo esse texto e possui menos de 18, saiba que não muda nada. Ok. A sua vida muda: Normalmente, ao chegar nos 18, você está saindo do Ensino Médio(salvo de exceção no caso de você ser um vagabundo que está repetindo a oitava série pela terceira vez só para pegar as meninas da sexta série e roubar comida dos garotas da quinta série) e, ou você entra em uma faculdade, ou trabalha.

 

Sim, você vai ter que trabalhar SEU VAGABUNDO

Eu, como criança visionária que sempre fui, comecei a trabalhar aos 14 anos. Na verdade foi aos 12, mas não queremos que meus pais ninguém aqui seja preso por trabalho infantil não é mesmo? Trabalhar é uma das experiências mais interessantes a um jovem. Não há nada melhor que receber ordens o dia todo de uma chefa gostosa, e de um superior velho e rabugento o mês inteiro por meio salário mínimo, tudo isso tendo os seus estudos prejudicados no meio tempo. Pena que isso tudo não é verdade, e o meu trabalho era em um lugar maneiro(um hospício), e com gente maneira que me dava exemplares da revista Sexy no seu aniversário. Sim, a parte da chefa gata é verdade também. E das colegas de serviço gatas TAMBÉM. Junto com a parte em que eu a pegava e tentava conseguir um emprego depois do término do meu trabalho, pena que ela apenas queria usar da minha juventude, do meu corpo novo, sadio e malhado.

[pausa para as lágrimas]

[créditos da img e do meme ao 4Chan, já que ninguém aqui quer sofrer ataque nerd né?]

Existem outras coisas que acontecem durante a longa caminhada que separa homens de moleques com fraldinhas. Ao entrar na primeira série, tudo o que um garoto quer é ter a maior quantidade possível de tazos, cartas de Yu-Gi-Oh!, o melhor disco de Deyblade, ou a última moda lançada pelo desenho que a globo costuma passar antes da TV Globinho terminar.  Status nessa época não é “algo que você compra com o dinheiro que você não tem para mostrar para alguém que você não gosta aquilo que você não é”. Status é você ter o tênis do Ben 10 com duas molas amortecedoras e relógio com raios laser totalmente de grátis(sim, o erro é proposital) e assim ganhar todas as gurias enquanto foge dos “grandalhões” da quarta série(estes, que fogem dos grandalhões da oitava quando chegam na quinta série e mudam de turno).

Não existe experiência melhor que fugir da aula(privilégio que só existe para quem estuda fora de casa) para pegar garotas. Pena que eu jamais fiz isso para pegar garotas e sim para me enturmar por ser um nerd sem vida, um forever alone. Quem não se lembra daquela ida ao puteiro no primeiro ano, sozinho, após um dia longo de trabalho e aula, morrendo de medo de ser pego pela policia, causando danos a moral e a honra da sua família que nunca antes na historia desse país algum jovem punheteiro causou? Eu lembro.

Aos 15, você só pensa em bater punheta a tarde toda para a garota gostosa do terceiro ano(ou primeiro, segundo, da sua sala, etc) que nunca irá te pegar, e sim aproveitar você para pegar cola na hora da prova, usando dos seus belos atributos pessoais(e que atributos). E todo mundo sabe que nessa época você só consegue comer o urso da irmã mais nova(que misteriosamente aparece com um buraco no rabo – literalmente – após ela o ganhar no dia dos namorados(sim, a sua irmã mais nova consegue sexo, você não. Aceite isso e conviva com essa realidade até ser pai), mas seus amigos não precisam saber disso. E eles também não precisam saber que você perdeu a virgindade com a garota mais feia da turma, mesmo que você passe a ter o hábito de fugir dela a todo custo de um dia para o outro. NÃO É ESSE O MEU CASO, MAS TAMO AÍ APENAS PARA MOSTRAR O QUE OCORRE COM GRANDE PARTE DAS PESSOAS NESSE MUNDO GRANDE QUE É O NOSSO OK? Enfim, a minha primeira vez foi um caso a parte e que eu evito contar pois ninguém acreditaria na historia. Não, ela não foi com a mulher mais gata do mundo, nem com a empregada, nem com a vizinha gostosa. O que torna a minha primeira vez motivo de zombaria por parte de seres sem coração e incrédulos em relação ao meu compromisso com as verdades é a idade que eu tinha quando ela ocorreu: 10 anos. Me desculpem, mas eu sou um garoto precoce com 4 ex namoradas, e várias histórias para contar(aliás, arrumei uma namorada também, mas isso é historia para contar no dia em que eu fizer 1 ano de namoro, levar um fora, etc. O fato é que ela é maneira ok? E de verdade. E mora em BH. ENFIM: To namorando seu nerd virgem).  E mesmo que a sua primeira vez dure 30 segundos, no outro dia você ira para escola e tudo que verá serão rostos como este:

Fuck yeah, você é o cara.

 

Lógico que para todos você terá pego a melhor mulher do mundo. Mas todos nós saberemos que é mentira.

Existem várias maneiras de se comemorar a chegada da maior idade. Os mais abastados(e solteiros) vão a puteiros com os amigos e lá se enchem de sexo, whiskys caros e tudo mais. Eu tenho namorado namorada, então fui com ela a um bar comemorar com o @rafabarbosa, a @kakapunkcool mais outros cuja @ não existe ou não quero lembrar agora. Eis o registro:

 

Eu vejo a raiva nos seus olhos, Karen.

 

A grande verdade é que após os 18 pouca coisa muda. Agora você está mais perto daquela faze inevitável em que você só trabalha, casa, tem filhos, e tudo mais. Agora você já é um homenzinho.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s