Sobre memes, Deus, o pão da minha vida, e o uso de certas frases no cotidiano

Bom, a alguns dias atrás, postei um meme no meu Orkut( sim, eu ainda uso aquela jossa velha e lenta), depois de um belo dia em que Deus comeu o pão da minha vida. Literalmente. Assim que percebi, me deparei com uma chuva de comentários me criticando pela frase e com uma serie de mensagens de uma amiga falando sobre Deus e tudo e tudo.

desu

O interessante disso tudo, foi ver como as pessoas que não conhecem quando não conhecem algo por completo e isso não agrada a pessoa. Poderia entrar no mérito do fato de viverem me criticando por ser ateu, mesmo eu jamais criticando a religião dos mesmos quando atacado, mas o meu objetivo com esse texto não é isso, e sim explicar e dissertar sobre alguns memes que eu conheci no Twitter e aos poucos foram tomando conta da minha vida e sendo usados sem querer querendo.

A começar, pelo meme da discórdia, o “Deus come o pão da minha vida”:

Eis aqui, aonde ele surgiu, segundo o @bzirpoli(um dos caras que me “ensinou” metade dos memes que conheço, e que me ajudou e muito nesse texto):

d-us

Caso você ainda não tenha entendido o que significa o “Deus come/ ta comendo/ comeu o pão da minha vida” e semelhantes, eu explico jovem mulinha do meu ódio:

Deus…(você já sabe o resto do meme, certeza que tu já decorou ele, não vou repetir ele para deixar o texto mais enxuto) serve para designar aquele dia, situação, momento em que tudo dá errado, um daqueles dias em que o mundo se revolta contra você, ou quando simplesmente você quer revelar o teu ódio e revolta perante algo. O meme não critica o Deus judaico cristão, não se refere exclusivamente a este Deus( afinal de contas existem muitas religiões de um único Deus) mentira, fala sim, mas isso é irrelevante, e por fim, fica a pergunta: Se podemos fazer piadas de loiras, portugueses, por que somos tão repreendidos como fazemos sobre religião?

[Espaço reservado para a hashtag memiatica mais 100% amor do Twitter: #morazo]

O #morazo, é a hashtag que significa tudo o que é de bom nessa vida, significa o amor, a paz, a vida. E eles estão aqui para provar isso:

carol-morazokai_ckul-morazo

bzirpoli-morazo1

E por fim, a explicação do grande criador do #morazo, Bernado Zirpoli:

bzirpoli-morazo2bzirpoli-morazo3

É lógico que eu não posso deixar de colocar o primeiro tweet com a hashtag 100% amor, #morazo não é mesmo?

bzirpoli-morazo4

Agora, partimos para um bem divertido, o PQPVCS!

pqpvcs

Imagino que a tirinha também seja auto explicativa não é? Ou você vai me dizer que não entendeu a linguagem usada na mesma?

Tá, eu já esperava pelo sim, então lhe digo mulinha do meu coração, que PQPVCS é revolta é ódio no coração pura.

E por fim, o “Zieu”, que normalmente vem acompanhado de risadas, explicado pelo próprio criador:

zieu

Eu ia também entrar no mérito do “COMO PROCEDER?” mas uma das tirinha acima a qual eu não estou afim de olhar qual é, mas sei que você já a leu se chegou neste ponto da leitura portanto a ignorarei já possui ela, então dispensarei comentários sobre a mesma.

Agradeço a @kakapunkcool, @leonardowski,  @kirp,  @morazen, @rere_kombi,  @capanema, @MattSimonato,  @mattidioteque, @nivadias e @carolperrone por lotarem a minha timeline com memes tão sensacionais. Só digo isso( outro meme auto explicativo que eu não vou explicar aqui)

Bom, eu poderia digitar mais coisas, falar mais sobre os memes, colocar definição do oráculo mas não estou afim ok?

Anúncios

5 comentários sobre “Sobre memes, Deus, o pão da minha vida, e o uso de certas frases no cotidiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s